Compartilhe


Vou inaugurar uma nova seção de posts, desta vez, referente aos animes japoneses, um tipo de cultura que marcou a geração da década de 90 no Brasil, e que com o advento da internet tornou-se ainda mais compartilhada entre inúmeros fãs, gerando uma revolução onde estão incluídas redes sociais e eventos de animes a cada ano em diversas regiões do país.

Conforme for terminando de assistir alguns animes, vou indicá-los aqui no blog com uma breve opinião que possa instigar, você leitor, a assisti-lo. Se você ainda não é fã, ou simplesmente não conhece sobre este maravilhoso universo dos animes, misturando designer, enredo, e trilhas sonoras que melhoram a cada ano, convido-o a entrar nesta ficção que vem ganhando cada vez mais espaço nos últimos anos. Vide a versão cinematográfica de Dragon Ball - apesar do filme ter passado longe de ser algo razoável.

O anime em questão aqui é um de nome que provavelmente aqueles que assistiam a maratona de animes do Cartoon Network alguns anos atrás, conhece e respeita. Naquela época, passava Gundam Wing, que assim como outros animes como Dragon Ball, Saint Seiya( Cavaleiros do Zodíaco), Yuyu Hakusho, Captain Tsubasa( Super Campeões), marcaram aqueles que apreciam o estilo de desenho japonês.

Para os que não sabem, a série Gundam é muito popular no Japão, não se limitando ao Wing, mas sim a muitos outros títulos desde 1979. Faz um grande sucesso no país até hoje, onde a cada anime, um enredo diferente é abordado e levando a audiência para os primeiros lugares.

A última série Gundam lançada pela Sunrise foi Gundam 00, que visualmente superou bastante as antecessoras. Além disso, a trama é muito centrada no mundo atual, algo que se tornou instigante para aqueles que nunca viram Gundam ou aqueles que viram o Wing ( único anime da série exibido no Brasil).


 A história se passa por volta do século XXIV onde a matriz enérgica que tanto gera discórdia no mundo de hoje, o petróleo, torna-se bem escassa. Por conta disso, já é possível imaginar o terror que se instaura no Oriente Médio. A humanidade então, agraciada pela melhora da tecnologia, torna a energia solar como a nova matriz energética do planeta. A energia solar é retirada através de 3 elevadores orbitais( torres gigantescas que vão da Terra ao Espaço), que por sua vez, se encontram cada uma, sob o domínio de 3 grandes blocos de poder.

  • União de Energia Solar e Nações Livres (UNION); baseada na OEA, Estados Unidos, Austrália e Japão). 
  • A Liga de Reforma Humana (HRL); baseada na China, Rússia e Índia) 
  • União Avançada Européia(AEU); baseada na União Européia 

O mundo está a mercê de guerras inacabáveis por motivos econômicos, políticos, e sociais. Eis então que surge os protagonistas desta história. Um grupo paramilitar intitulado Celestial Being que declara trazer a paz ao mundo por meio da força caso for necessária. Esse grupo conta com robôs gigantes chamados Gundams, muito superior em força e agilidade aos robôs da Union, HRL ou da AEU. ( Esses robôs são comandados por humanos, daí, tira-se o gênero Mecha, o qual pertence o anime). Celestial Being começa então a intervir em vários conflitos pelo mundo como um grupo inibidor de qualquer manifestação beligerante que possa acontecer na Terra.


Bom, este é o início do anime, que ainda esconde muitas outras coisas. Para quem não conhece é uma espécie de ficção-científica mesclada a militarismo. É um anime muito bom e recomendo. Este foi o primeiro Gundam dividido em duas temporadas. Vocês podem baixá-las no site de animes que indico abaixo.

Avidown - Gundam 00 - primeira temporada

Avidown - Gundam 00 - segunda temporada

Confira também o trailer e a primeira abertura de Gundam 00. Breve, mais dicas de anime.




2 comentários:

Fernando disse...

Eu aprecio muito os animes. O primeiro anime que me chamou a atenção foi "Os Cavaleiros do Zodíaco", com todas as referências a mitologia ocidental e etc. Mais tarde eu descobri o "Akira" e "Ghost in the Shell". Acredito que esses dois últimos influenciaram muito o Matrix.

Luiz dreamhope disse...

Esses últimos são dois animes que gostaria de ver. Atualmente não tenho como, mas no decorrer do ano irei indicar mais alguns, e os que já vi, também claro. O próximo será um anime bem interessante também.