Compartilhe



Novamente falando sobre o mundo dos animes/mangás, mas essa noticia não teve escapatória. Embora haja outros casos semelhantes, eu vou exprimir minhas impressões sobre este assunto. Na verdade, só um desabafo.
Leia a notícia abaixo:

Escolas de ensino médio em Novo México realizaram uma audiência na última quinta-feira a respeito do mangá Death Note, que é disponibilizado aos alunos nas bibliotecas. Os pais alegam-se preocupados a respeito da má influência que a obra pode trazer a seus filhos, devido sua história que gira em torno de um adolescente que encontra um caderno com o qual ele pode matar pessoas apenas escrevendo os nomes das vítimas e a causa da morte.

Ainda assim, uma votação realizada teve votos unanimes contra a proposta da proibição dos mangás nas escolas. De acordo com a imprensa local, esta é a primeira vez em cinco anos que o distrito tinha considerado analisar uma proibição de um livro. Tom Genne, um dos sete membros da comissão na audiência de quinta-feira, disse: "crianças e jovens estudantes lidam com questões sobre justiça e moralidade e se a civilização de que fazem parte estão tomando boas decisões". Eddie Soto, superintendente do ensino secundário, vai tomar a decisão final a respeito do assunto.

Outros casos semelhantes ocorreram em outras partes do país. Uma emissora de TV informou que um estudante de 14 anos, na Pensilvânia, foi suspenso depois de ser visto com um Death Note no ônibus escolar. Segundo a mãe de outro aluno, o papel encontrado listava os nomes de vários colegas do estudante, e ainda o nome do cantor canadense, Justin Bieber, que atualmente é conhecido em todo o mundo.

A polícia de Ohio disse que o estudante escreveu "Death Note" no canto superior direito do papel, mas isso não constitui um crime, contudo, ainda está investigando o caso. Nos Estados Unidos, há pelo menos seis incidentes relatando a mesma situação. Um estudante em uma escola na Virgínia foi suspenso em 2007 após ter sido flagrado com uma lista de nomes, assim como estudantes na Carolina do Sul, Alabama, Washington e Oklahoma, todos encontrados com um suposto Death Note.
Fonte: AMTV

AAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!
É um grito pra explodir tamanha estupidez e ignorancia que vejo neste mundo. É incrível como as pessoas se preocupam com apenas o fator que gera o problema, mas nunca com os catalisadores do mesmo. Se vários eventos ocorrem pelo mundo todo envolvendo "Death note" pelo seu conteúdo, a culpa é realmente somente do mangá? Pra que lado da situação as pessoas estão olhando? Proibir a venda dos mangás ou de "cadernos da morte" fabricados vai acabar com a impressão que os estudantes tem sobre o assunto que o mangá aborda? Acham que de certa forma, esse desejo de dizer que o mundo está errado e que contém pessoas podres vai desaparecer, como diz o próprio protagonista do enredo: "as pessoas não assumem por questão de moralidade, mas elas realmente querem que o mundo seja livrado de pessoas ruins".

Qual o problema de enfeitar com "Death note" um caderno preto? Eu mesmo fiz isso. E não matei ninguém. Tudo isso não passa de um momento de fantasia, e os que o fazem, sabem disso. O que eles deveriam mesmo focar é porque alguns tomam isso como brincadeiras e outros vão um pouco mais além? Ora, eles estão com algum problema, óbvio. E acham que vão acabar com os problemas do jovem proibindo aquilo que os aflorou e que possivelmente as outras pessoas nem perceberiam? Tinham mais é que agradecer por Death Note ter existido então.

Estamos falando de um páis onde bullying é algo muito frequente, logo, não é de se ficar surpreso que americanos estejam tendo trabalho em contornar tal situação. Tem o lance da diferença cultural que também faz grande diferença aqui no ocidente. É como trazer "Battle Royale" para as escolas adotarem como obra paradidática.

É irônico como as pessoas sempre procuram anular o problema ao invés de compreendê-lo. E eu que achava Death Note uma ótima história para discutir nossas preceitos a cerca de nossa visão da sociedade que vivemos.

Isso tudo só traz à tona um buraco muito fundo que passa despercebido nos educadores e nos pais. A educação que os jovens recebem está falha e parecem não digerir de forma adequada os avanços que implantamos a cada geração.

Falando em Bullying. Tratarei deste assunto em Ventura. Aguardem e confiram!

2 comentários:

Marcos disse...

Luiz teu texto tá muito bom, abordou a questao certa...
As pessoas ficam tão cegas olhando o que "criou" o problema que simplesmente esquecem de entender e tentar resolvê-lo.

Como o yagami raito disse: "As pessoas no consciente querem um mundo sem pessoas ruins, mas não falam isso em sociedade, pois tem que manter a aparencia".

A verdade é que a sociedade nunca se preocupou com sinceridade e sim com a aparencia, por isso muitas vezes não entende o fato de uma pessoa rica cometer suicidio (por exemplo), pois pra sociedade ela tinha tudo o que quisesse, o que não é necessariamente verdade.

A parada é fazer um death note de verdade... hehehehe e sair matando geral... muhahahahahahahah

Luiz dreamhope disse...

Nossa, seu primeiro coment aqui. Pena que não sei fazer smile festejando. xD

Sim, tudo hoje é movido por meio de rotulos ignorantes, e a verdadeira compreensão ninguém quer saber.

Quanto a sua última frase, tá vendo como isso influencia a mente. Vou falar pra tua mãe não deixar mais você ve essas coisas. kkkkkk Antes que seja tarde demais. hshshs
Zoeira. hehe. Valeu pelo coment.